DOENÇAS DO CORAÇÃO

DOENÇAS DO CORAÇÃO

DOENÇAS DO CORAÇÃO

  • Hábito de fumar;
  • Estresse;
  • Vida sedentária;
  • Uso constante de bebidas alcoólicas;
  • Fatores influenciados pela má alimentação;
  • Obesidade;
  • Colesterol elevado;
  • Hipertensão;

Associação Americana do Coração (AHA) calcula que acima de 60 milhões de norte-americanos têm algum tipo de norte-americanos têm algum tipo de moléstia cardiovascular. Acredita-se que a situação no Brasil seja semelhante, observando-se as devidas proporções.

Estes são os verdadeiros vilões que produzem as vítimas de doença do coração. Há fatos de risco que não são controláveis pelo paciente como: ficar mais velho ou o seu histórico familiar de doenças cardíacas. Realçamos, porém, que está em seu poder gerenciar alguns dos principais fatores de risco. 

Medidas Sugestivas

“São  necessários 20-30 anos (ou até mais) para que os vasos fiquem obstruídos a ponto de apresentar sintomas. Fica evidente então a importância de criar nas crianças hábitos alimentares preventivos prevenindo a doenças do coração”.

Crianças com colesterol alto pode ter tendencia de  doenças do coração

Uma pesquisa realizada pelo Hospital de Cardiologia de Laranjeiras, no Rio de Janeiro, mostra que 23% dos estudantes de escolas particulares, com idade entre 6 e 16 anos, apresentam níveis de colesterol acima da média. Foram ouvidas 343 crianças de oito escolas públicas e particulares. Nas públicas, o resultado é muito menor: apenas 4% dos alunos tinham colesterol alto.

Amento do colesterol infantil

Pesquisa do Departamento de Nutrição da Faculdade de Ciência Médicas da PUC — Pantifíca Universidade de Campinas — revela que 34, % das 1.600 crianças, com idade entre 7-14 anos, pesquisadas, têm hipercolesterolemia, o chamado colesterol alto. Deste total, 9,1% apresentam índices muito graves e serão acompanhados pelo Centro de Saúde da PUC.

Problemas de doenças do coração em coronarianos em jovens Norte-Americanos

Durante a guerra da Coréia, a autópsia de 300 soldados americanos que morreram com a idade média de 22,1 anos mostrou considerável envolvimento coronariano. A publicação dizia: “Em 77,3% dos casos, algum evidência de doenças coronarianas foi demonstrada variando de espessamento fibroso até oclusão completa de um ou mais ramos.”

Problemas coronarianos em jovens Norte-Americanos — (Vietnã)

” Um estudo de 105 soldados americanos mortos na guerra do Vietnã (cuja idade média era de 22,1 anos) mostrou algum desenvolvimento de arteriosclerose coronariano em 54% dos jovens Americanos do sexo  masculino. Envolvimento de mais de um vaso ocorreu em 25% deste grupo; e arteriosclerose aparentemente severa ocorreu em 25%.”

  • Seguir a distribuição saudável das refeições;
  • Desjejum abundante (reforçado);
  • Almoço médio;
  • Jantar bem leve;

O jantar leve mais indicado é composto frutas (1 a 3 tipos) e cereais integrais preparados de maneira variada. (Pode-se incluir iogurte desnatado se preferir).

As  diretrizes atuais incluem

estilo de vida saudável

  • Ênfase na obrigatoriedade urgente de adotar estilo de vida saudável;
  • Não fumar;
  • Alimentar-se de maneira saudável;

Praticar exercícios físicos;Submeter-se a exames médicos  periodicamente como um conjunto modelador de práticas vitalícias, podem diminuir em até 80% o risco de enfartes e derrames.

O problema principal reside na resistência que os indivíduos apresentam na dificuldade de mudar seu estilo de vida. As desculpas, ás vezes , são tão repetidas e tão racionalizadas que as pessoas acabam aceitando isso como verdade definitiva e imutável.

Por exemplo: é comum os sedentários dizerem “não tenho tempo para exercícios” ou “não posso pagar uma Academia”; os obesos frequentemente pensam “não como nada, e mesmo assim…” ou “não consigo gostar de frutas e verduras”, ou os rancorosos dizem “eu perdôo, mas não esqueço”, ou “é difícil deixar de pensar no mal que me fizeram”.

Na realidade,mudanças são trabalhosas, e quanto mais arraigada no íntimo do indivíduo, mais difícil será substituir uma prática qualquer. È preciso, porém, lembrar-se de que existe a lei da causa e efeito.

ALIMENTAÇÃO

Alimentação indicada: rica em frutas, verduras e legumes variados, abundante em cereais integrais diversificados, moderada em alimentos protéticos, econômica em gorduras saturadas e sem fontes de colesterol.

Prefira os seguintes alimentos

alimentos para o coração

Frutas: usá-las em abundância, com ênfase em uva, maça, pitanga, manga , goiaba, morango, kiwi, mamão, pêssego, melancia, caqui e abacaxi;

Verduras e legumes: abóbora, tomate, couve, brócolis, Couve-de-Bruxelas, chuchu, mandioca, inhame, escarola, agrão e rúcula;

Cereais: dê preferência aos integrais (aveia, milho, arroz, centeio, pães, biscoitos, massas e preparados feitos com eles);

No grupo proteico, faça uso moderado de: castanhas, sementes, iogurte, soja, germe de trigo, tofu, queijos brancos e frescos desnatados.

 Se você usa carnes em seus cardápio, dê preferência a salmão, sardinha, manjuba e truta, em quantidades “econômicas”. Prepare-os grelhados, ensopados ou assados, mas não fritos.

 Se você usa carnes em seus cardápio, dê preferência a salmão, sardinha, manjuba e truta, em quantidades “econômicas”. Prepare-os grelhados, ensopados ou assados, mas não fritos.[/button-green]

Evite os seguintes alimentos

  • Bebidas estimulantes (café, chá-mate, chá preto, Coca-Cola, guaraná em pó, chocolate);
  • Aqueles que contêm excesso de sal (cuidar com alimentos curados ou conservados no sal como: bacalhau, carne seca, azeitonas);
  • Carnes gordas, carnes vermelhas, frutos do mar, frangos de granja;
  • Queijos amarelos e/ou envelhecidos;
  • Embutidos e fast-food;
  • Creme de leite, manteiga, leite integral;
  • Gema de ovo.

Encontre nossa página no Pinterest   Facebook

lilica

Olá , “O segredo da saúde mental e corporal está em não se lamentar pelo passado, não se preocupar com o futuro, nem se adiantar aos problemas, mas viver sábia e seriamente o presente.”dicas de saúde, bem estar, cuidado com corpo e mente saudável . invista em você !! tenha uma boa qualidade de vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *